As 5 profissões mais recomendadas para idosos

4 minutos para ler

Hoje em dia é cada vez mais comum vermos pessoas tendo uma vida totalmente ativa após a chegada da terceira idade. Engana-se quem acredita que todos os idosos preferem ter uma vida mais tranquila, longe de uma rotina de trabalho logo após ter exercido uma profissão por longos anos.

Nem sempre quem se aposenta quer parar de trabalhar. Muitas vezes, os idosos querem retornar ao trabalho para complementar a renda da família, para ter uma ocupação no seu dia a dia ou simplesmente por puro prazer de ter uma vida ativa. 

E hoje o mercado de trabalho está repleto de ótimas oportunidades para essas pessoas. Quem quer continuar exercendo alguma profissão, mesmo depois de ter se aposentado, pode contar com inúmeras carreiras nas mais diversas áreas. Basta encontrar aquela que mais se identifica! Para saber quais carreiras são essas, nós listamos a seguir as 5 profissões mais recomendadas para idosos para você continuar trabalhando. Confira:

1. Síndico de condomínio

Para quem mora em condomínio, uma das atividades mais recomendadas para idosos é o síndico condominial. Nessa função, o idoso vai ter a oportunidade de fazer parte da administração do condomínio onde vive, trabalhando na melhoria do local e lidando rotineiramente nas mais variadas tarefas que competem essa atividade. Representar o condomínio, administrar conflitos entre os moradores, gerir contas e despesas, prezar pelo patrimônio, convocar assembleias e contratar serviços são algumas das funções que o síndico terá que lidar no seu dia a dia.

Mas, antes que o idoso decida atuar como síndico do seu condomínio é preciso que ele saiba o quanto é importante ter um bom conhecimento nas mais diversas áreas que a atividade exige. Ou seja, ao interessar-se em assumir a administração do lugar onde mora, o idoso precisa ter ao menos um conhecimento geral em áreas como administração, contabilidade, legislação e finanças. Além de buscar adquirir cada vez mais conhecimento sobre as questões que envolvem a gestão condominial.

Se você tem interesse em ser síndico de condomínio, não deixe de conferir também os nossos outros posts aqui no blog da Guarida para ajudar você nas principais dúvidas sobre essa atividade e saber administrar com eficácia o condomínio.


2. Zelador

Outra profissão mais recomendada para quem está na terceira idade e deseja continuar trabalhando é a atividade de zelador. Assim como a função de síndico, o idoso que mora em um condomínio pode também trabalhar como zelador do seu prédio. Sendo nada mais aquele profissional que zela pelo andamento das atividades do condomínio e auxilia o síndico na administração do local.

3. Recepcionista

Trabalhar como recepcionista é também uma das profissões mais recomendadas para idosos. Seja na recepção de um prédio ou de um hotel, por exemplo, esse trabalho está cada vez mais fazendo parte da realidade de pessoas na terceira idade. Isso porque hoje esse tipo de profissão tem visto com bons olhos os aposentados no mercado de trabalho, já que são pessoas mais pacientes, simpáticas e sabem lidar melhor com situações adversas por conta da maturidade.

4. Microfranqueado

Ter o próprio negócio é também uma das profissões mais recomendadas por quem deseja continuar trabalhando depois da aposentadoria. E as microfranquias estão ganhando cada vez mais a preferência entre os idosos que têm o interesse de trabalhar. As microfranquias nada mais são que uma excelente oportunidade de negócio para o idoso que quer investir em uma franquia de baixo custo. Isso, ainda, sem a necessidade de usar grande parte do seu patrimônio. Se você tem esse espírito empreendedor e deseja ocupar-se com algo rentável, ser um microfranqueado é uma profissão certa para quem está na terceira idade.

5. Consultor

Se ao longo de todos os anos trabalhados a sua profissão rendeu bons frutos e conhecimentos na área, nada melhor do que aproveitar a experiência que você obteve para continuar trabalhando com consultorias. Ser um profissional consultor é também uma das carreiras mais recomendadas por quem já está aposentado. Uma vez que ao fazer consultorias o idoso estará colocando sua experiência em prática de maneira muito mais leve e totalmente autônoma.

Posts relacionados

Deixe um comentário