fbpx
investimento em condominios investimento em condominios

Investimento em condomínios: quais são os tipos que aumentam o valor do imóvel?

6 minutos para ler

Segurança, conforto e acesso costumam ser as qualidades mais valorizadas quando se pensa em moradia. Para pessoas que moram em condomínios, esses atributos são ainda mais significativos, uma vez que a privacidade nesses espaços costuma ser menor que a de residências que não fazem parte deles.

Logo, é muito importante que síndicos e administradores trabalhem no sentido de melhorar a qualidade de vida e o bem-estar dos moradores por meio de investimento em condomínios. Conheça mais sobre investimento em condomínios. Boa leitura!

Qual é a importância do investimento em condomínios?

Quando se cai no equívoco de confundir investimento com gasto, corre-se o risco de passar por cima de desejos e opiniões das pessoas, assim como de o ambiente se tornar severo, desagradável e, até mesmo, desconfortável. Desse modo, é essencial perceber que certos investimentos conseguem deixar o dia a dia das pessoas mais fácil, ameno e agradável. Afinal, ter moradores satisfeitos e bem-humorados é algo muito positivo para qualquer condomínio.

Lugares bonitos, bem cuidados, com infraestrutura acessível e acolhedora agregam valor, atraem maior quantidade de moradores e a atenção de investidores. Portanto, não tenha dúvidas em sugerir e aplicar certas melhorias no lugar em que você mora.

Quais são os principais investimentos em condomínios?

Para facilitar os seus planos, vamos abordar os principais itens para se investir em condomínios.

Elevadores

É muito evidente que o elevador é sinônimo de acessibilidade. Os elevadores facilitam a mobilidade de todos — adultos, crianças, idosos e pessoas com deficiência. Eles também fazem toda a diferença na movimentação de mudanças e compras de mercado. Para que se garanta a segurança de todos, é muito importante que os elevadores estejam em ótimo estado de conservação e funcionamento. Por isso, é essencial investir em sua manutenção e, dependendo do caso, até mesmo, uma modernização.

Saiba que, mesmo com a manutenção periódica prevista em lei, é preciso atentar-se a alguns indicativos de que o elevador precisa de melhorias. São eles:

  • barulhos estranhos e frequentes;
  • desnível da cabina com o andar;
  • consumo exagerado de energia elétrica;
  • problemas frequentes, como quebras e paradas bruscas;
  • peças obsoletas que não se encontram mais para reposição.

Por isso, não pense duas vezes em fazer investimentos que garantam a segurança da integridade física das pessoas e facilitem o deslocamento de todos. 

Geradores

Os geradores são ótimos para os momentos em que a rede de energia elétrica cai. Com eles, é possível que os elevadores e a iluminação das áreas comuns continuem funcionando. Quanto mais potentes eles forem, mais caros eles serão — mas também maiores os benefícios proporcionados. Dependendo da potência, é possível que até os apartamentos tenham energia durante os apagões. Por ser um investimento alto, é importante que se destine quantias mensais para o custo de diesel e manutenções. 

Para-raios

É uma estrutura que não pode faltar em um condomínio. Por isso, se o prédio é muito antigo, saiba que existe a urgência de providenciar um. O nome técnico do para-raios é Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas (SPDA), e sua falta pode sair muito caro para as finanças do condomínio e as pessoas que vivem nele. 

Seu bom funcionamento evita a queima de equipamentos, choques, danos ao prédio e até óbitos. Ele é essencial para a segurança de todos. Não importa o motivo, se um para-raios não estiver funcionando, ou simplesmente não existir, o seguro do condomínio é invalidado, e o síndico, responsabilizado.

Impermeabilização

Vazamentos e infiltrações costumam ser duas das coisas que mais atormentam os moradores de um prédio. Investir em uma boa impermeabilização protege o condomínio desses problemas, além de evitar os mofos consequentes da ação da água. É importante que se contrate uma boa empresa especializada para fazer um serviço de qualidade e agregar valor ao condomínio. 

Áreas de convívio e lazer

Sem dúvida alguma, áreas de convívio e lazer trazem mais qualidade de vida aos moradores, sem contar que valorizam muito os imóveis. Piscinas, academias de ginástica, salões de festa, espaço gourmet, salão de jogos, playground: quanto mais áreas de lazer e convívio o condomínio tiver, mais ele vai se destacar.

Investir na construção e manutenção desses espaços é muito interessante porque viabilizam a interação entre os moradores, dando a oportunidade de conhecer novas pessoas e descontrair com a família e vizinhos. Também oferecem a conveniência de poder relaxar, cuidar do corpo e da saúde, sem precisar se deslocar ou gastar muito para isso. Essas áreas também trazem muito prestígio aos condomínios que veem subir o valor de seu metro quadrado. 

Segurança

Segurança é um dos quesitos principais ao se escolher morar em um condomínio. As pessoas sempre procuram pela maior proteção possível. Câmeras de monitoramento, alarmes, fechaduras especiais e protocolos de segurança são alguns dos itens que trazem tranquilidade, atraem moradores e valorizam os imóveis. Contratar uma empresa de vigilância é um dos investimentos que mais farão diferença no dia a dia dos moradores do condomínio. 

Estética

A estética é a personalidade do prédio. Ambientes malcuidados e com a pintura desgastada não causam uma boa primeira impressão. Por outro lado, quando a aparência de um prédio está em boas condições, as chances de atrair novos moradores são muito maiores. 

Investir em um jardim bonito, uma decoração agradável para portaria e áreas comuns é uma atitude inteligente, pois essas coisas trazem harmonia para o ambiente, incentivam a interação entre as pessoas e atraem o olhar dos investidores. Dessa forma, é muito vantajoso separar uma quantia do fundo de reserva para a estética do prédio. 

Para qualquer que seja o investimento em condomínios, é preciso que as decisões sejam acordadas em assembleia com os moradores e proprietários. É também fundamental contar com uma arrecadação extra, além da que já é destinada ao pagamento das contas. Um fundo de reserva costuma ser o mais utilizado nesses casos. 

Além disso, é indispensável ter a ajuda de uma imobiliária especializada para uma avaliação e execução correta das melhorias. Só dessa maneira, pode-se ter a garantia de que o dinheiro será destinado para os investimentos adequados, bem como a força de trabalho e os materiais utilizados na obra.

Então, se gostou do nosso artigo sobre investimento em condomínios, assine agora a nossa newsletter e receba mais conteúdos como este.

Posts relacionados

Deixe um comentário