fbpx
síndico de condomínio síndico de condomínio

6 características essenciais que um síndico de condomínio deve ter

9 minutos para ler

Os condomínios precisam eleger um síndico todo ano. Exercer esse cargo não é uma tarefa fácil, são diversas obrigações diárias. Fazer uma boa gestão de recursos e pessoas é um trabalho que exige capacitação e treinamento. Mas existem diversas pessoas que ainda não conhecem a sua função ou não entendem. 

Nesse sentido, saiba que o síndico é o administrador do condomínio, ou seja, ele é responsável pela gestão de um ou mais edifícios. Normalmente, sua escolha acontece por meio de uma assembleia geral dos condôminos. Saiba que a principal função desse cargo é manter a ordem, a disciplina, a limpeza, a segurança e o equilíbrio financeiro do local. 

Dessa forma, continue a leitura e conheça seis características essenciais que um síndico de condomínio deve ter! 

Quais são as principais obrigações do síndico? 

O síndico de um condomínio deve buscar garantir a segurança dos moradores, convocar assembleias, cumprir com as exigências do regimento interno, zelar pela preservação do local, contratar colaboradores para realizar reparos, deixar as contas em dia, gerenciar o pagamento das taxas do condomínio, realizar ações eficientes com os inadimplentes, coordenar o trabalho dos funcionários, entre outras funções que o condomínio necessite.

Quem pode ser síndico? 

Conforme o Artigo 1.347 no novo Código Civil, qualquer pessoa pode ser um síndico. Sendo que ele pode ser contratado ou pode ser um morador do local. Sendo assim, é válido ressaltar que o síndico morador, é quando uma pessoa do próprio condomínio apresenta as habilidades necessárias para exercer o papel do síndico. 

Já o profissional é aquele que estudou e se especializou na área, ele pode trabalhar em ou mais locais e não precisa morar no condomínio. Logo, é considerada uma prática legal e autorizada terceirizar a função de síndico. Além do mais, é válido mencionar que esse colaborador pode ser pessoa jurídica ou física, e estar ligada com alguma organização administrativa de condomínio. 

Quais as obrigações do síndico de condomínio? 

O síndico é o responsável pela administração do condomínio. Sua principal obrigação é cuidar da parte financeira, social e estrutural do condomínio, com o objetivo de proporcionar um ambiente agradável para residir. Confira a seguir mais obrigações desse profissional! 

Evitar inadimplência 

Um dos maiores contratempos em um condomínio é a inadimplência dos moradores. É fundamental evitar ações jurídicas no condomínio, para que tenha uma boa convivência. Dessa forma, o síndico deve analisar todo o contexto que ocasionou a dívida do morador para conseguir realizar uma negociação assertiva. 

Contratar colaboradores 

Uma importante obrigação do síndico é a contratação e a demissão de colaboradores. É essencial que acompanhe de perto o trabalho dos contratados para certificar que eles estão realizando sua função com excelência e qualidade. Ao fazer isso, o síndico poderá tomar decisões mais assertivas para o condomínio. 

Garantir a segurança 

Muitas pessoas buscam residir em condomínio por causa da tranquilidade, comodidade e segurança que o local consegue proporcionar. Dessa forma, é obrigação do síndico adotar estratégias que garantem a segurança. 

Sendo assim, ele precisa garantir que não será transmitida qualquer informação a respeito dos moradores para outras pessoas, deve garantir que os porteiros não distraiam durante o trabalho noturno, entre outras obrigações que garantam a segurança dos moradores. 

Manter as finanças em dia 

Uma obrigação fundamental do síndico é manter as finanças do condomínio em dia, para que todas as despesas sejam pagas, como o salário dos colaboradores e as taxas. Ele também faz o levantamento e contratação das instituições prestadoras de serviço, seja de manutenção ou de limpeza. 

Além disso, o síndico deve prestar contas de tudo que entra e sai do condomínio para os moradores. Sendo que isso deve ser realizado pelo menos uma vez ao ano, para que todos estejam cientes de como o dinheiro está sendo gasto. Por essa razão, é preciso que ele esteja com todos os documentos e comprovantes do que foi adquirido. 

Quem é o síndico do condomínio? 

O síndico do condomínio é a pessoa representante legal do condomínio, ou seja, em qualquer processo, ele é quem vai representar os desejos dos moradores. Além do mais, ele é responsável pelas questões operacionais e financeiras do condomínio. 

Saiba que todo condomínio precisa contar com um síndico, uma vez que é necessário contar com uma pessoa para cuidar do lugar e garantir que todos os residentes tenham uma boa qualidade de vida. 

Quais as 6 características essenciais que um síndico precisa ter?

A figura de um síndico é imprescindível em um condomínio. Mas não é uma tarefa fácil e exige muita dedicação. Para que seu cargo alcance bons resultados, é fundamental que você apresente determinadas características. Isso facilita toda a sua relação no ambiente. Confira!

1. Organização 

Um síndico precisa lidar com diversas demandas ao mesmo tempo, uma vez que ele pode exercer essa função em outros condomínios. Dessa maneira, um bom planejamento e muita organização são essenciais para deixar o trabalho mais otimizado e eficiente. 

É função do síndico zelar por toda a documentação do local e, por exigência da lei, é necessário que tudo seja corretamente arquivado. Além disso, é indicado criar uma lista com as tarefas que precisam ser executadas, por ordem de necessidade e urgência. Assim, é indicado elaborar uma planilha com as demandas do empreendimento e as tarefas que a administradora precisa apresentar.

Para que as contas fiquem em dia e que não existam problemas financeiros no condomínio, é fundamental que exista um eficiente plano orçamentário para ter uma boa execução das tarefas.

2. Boa comunicação 

É fundamental que o síndico tenha uma estratégia de comunicação. Assim, ele conseguirá deixar claro que está atento ao que ocorre no local e se preocupa com todos. O síndico precisa estar sempre aberto a opiniões dos moradores e funcionários. O diálogo contribui no desenvolvimento do local, pois as críticas ajudam a perceber algo que não vai bem. Essa atitude faz com que os moradores se sintam mais seguros e confiantes. 

3. Confiança 

A confiança é algo essencial em qualquer ambiente. Desse modo, o síndico precisa transmitir confiança e credibilidade para os condôminos, proprietários, conselheiros, prestadores de serviços e colaboradores. Eles precisam confiar no trabalho oferecido por você, para que o local se desenvolva.

4. Trabalho em equipe 

O síndico é a pessoa que gere o condomínio, mas isso não quer dizer que apenas eles precisam realizar toda a parte administrativa do local. Sendo assim, é necessário que ele perceba a importância dos serviços dos colaboradores para realizar um bom trabalho internamente. 

Para que o condomínio se desenvolva, é preciso que o síndico tenha uma boa relação com os funcionários, visto que eles entendem as principais necessidades do local. Para conseguir solucionar contratempos e proporcionar um bom local para residir, é válido realizar conversas periódicas com os trabalhadores.

Além disso, é válido ressaltar a respeito da relação do síndico com os moradores, afinal é necessário aproximar os habitantes do condomínio com a gestão. É indicado que todos estejam cientes das decisões tomadas. 

5. Conhecimento 

Uma característica que não pode faltar no síndico é o conhecimento a respeito da legislação que rege o condomínio. Sendo assim, é preciso ficar por dentro do Código Civil, uma vez que é ele que estabelece as leis do setor e o regimento interno e convenção. 

É muito satisfatório quando o síndico apresenta um bom nível de informação, a gestão acontece da melhor forma e fica mais simples resolver imprevistos. Logo, consiste em uma característica essencial para se sobressair bem nas assembleias.

6. Inovação 

Um síndico precisa ficar ligado nas inovações das ferramentas tecnológicas para conseguir facilitar a vida de todos dentro do seu imóvel. Para isso, ele pode optar por soluções com um bom custo-benefício, mas que sejam capazes de garantir um local mais moderno e seguro para se viver ou passear.

Quais os principais cuidados que um síndico precisa ter? 

Para evitar problemas durante a sua gestão, o síndico precisa evitar algumas situações. Pois, elas podem desagradar tanto os moradores quanto o proprietário. Dessa forma, é indicado que realize as finanças com cuidado, a parte financeira envolve dinheiro de todos os residentes, eles esperam que as taxas pagas garantam um serviço de qualidade. Sendo assim, ele precisa cumprir com as obrigações sem um desvio. 

Outro ponto que merece destaque é a não realização de manutenção. Afinal, ela é primordial dentro do local garantindo o bem-estar e a segurança dos funcionários e dos condôminos. A ausência de reparos pode provocar diversas consequências legais e até mesmo criminais ao síndico que, em determinadas situações, pode ser obrigado a cobrir alguns estragos com seu próprio dinheiro. Por essa razão, é recomendado criar um cronograma de manutenção preventiva. 

O síndico de condomínio precisa saber tomar decisões. Caso os moradores não concordem com alguma ação, isso pode ocasionar diversos conflitos. Por exemplo, iniciar uma obra sem a autorização pode afetar todo o seu trabalho. Nesse sentido, caso deseje realizar alguma ação interna, é preciso convocar uma reunião com todos.

Portanto, o trabalho do síndico é fundamental dentro de um condomínio, uma vez que ele garante que todas as tarefas sejam feitas da melhor forma. Logo, há faltas das principais características mencionadas atrapalha a realização de um trabalho de qualidade e os moradores não confiam em suas ações.

Gostou do nosso post? Então, aproveite para entrar em contato conosco para saber mais novidade a respeito do assunto!

Posts relacionados

Deixe um comentário