sonho da casa própria sonho da casa própria

Sonho da casa própria: 4 dicas de finanças para você chegar lá

4 minutos para ler

Quem tem o sonho da casa própria e está ansioso para não estar mais em algum aluguel sabe que muitas são as dúvidas ligadas a essa questão, seja no que se refere aos valores necessários de entrada, seja no que diz respeito aos pormenores do financiamento imobiliário ou no que tange aos aspectos legais envolvidos, etc.

Por isso, é muito importante que você se planeje e mantenha uma disciplina financeira para ter sucesso e realizar esse sonho, sem correr o risco de cometer algum equívoco nas tomadas de decisão já que estamos falando de um grande passo para toda a família.

Pensando nisso, listamos 4 dicas de finanças para lhe ajudar a realizar o sonho da casa própria. Prossiga com a leitura e confira nossas sugestões!

1. Faça um planejamento do orçamento familiar

Em primeiro lugar, é fundamental fazer um planejamento detalhado do orçamento familiar, uma vez que essa medida lhe dará um panorama de quanto será possível economizar e em quanto tempo isso deverá acontecer, até que a independência do aluguel torne-se uma realidade.

Feito isso, é necessário manter o controle das finanças a fim de que você permaneça fiel às metas que serão estabelecidas para que o sonho da casa própria possa ficar cada vez mais próximo e você viva melhor!

2. Economize e invista uma porcentagem do salário

Uma das maneiras mais fáceis de abreviar o tempo que você vai gastar juntando dinheiro é procurar economizar o máximo possível para acelerar esta etapa que é primordial para a saúde financeira da família.

A partir das economias que você conseguir reunir, uma boa ideia para fazer o dinheiro render com mais rapidez e segurança é procurar investir uma porcentagem do salário em fundos de renda fixa, por exemplo, já que se tratam de um investimento mais conservador e de baixo risco.

3. Defina um objetivo e o valor do imóvel desejado

Um aspecto extremamente importante que precisa ser definido logo no início do planejamento diz respeito ao valor do imóvel desejado, à sua localidade e às suas características. Será uma casa ou um apartamento? De quantos quartos? Terá vaga de garagem?

Essas questões são muito relevantes porque todos esses dados interferem diretamente no preço do imóvel e, consequentemente, no tempo que será preciso para juntar dinheiro e conseguir reunir a quantia necessária para a compra da casa própria.

4. Reduza os custos e os gastos com supérfluos

Já que estamos falando o tempo todo de economia e planejamento financeiro, não poderíamos deixar de mencionar que é fundamental procurar reduzir os custos fixos da família, em especial, os que são gastos com itens supérfluos.

Para que esse tipo de medida não afete demais a rotina familiar, uma sugestão é procurar substituir hábitos e atividades que consomem muito dinheiro, por outros mais acessíveis. Por exemplo, em vez de saírem para jantar ou pedirem delivery nos fins de semana, façam uma comida juntos; ou, em vez de irem ao cinema, montem uma sessão em casa com direito à pipoca e a guaraná.

Por fim, vale ressaltar a importância de estudar o mercado imobiliário e estar atento a todas as mudanças do setor para conseguir adaptar seu orçamento ao sonho da casa própria.

Agora que você já conhece as dicas de finanças para você realizar esse sonho, assine a nossa newsletter e fique por dentro de todas as nossas novidades!

Posts relacionados

Deixe um comentário