fbpx
dicas de reforma dicas de reforma

Confira 8 melhores dicas de reforma que te ajudam a economizar

6 minutos para ler

Uma reforma pode consistir em um elevado custo para o proprietário. Para que o processo ocorra de maneira eficiente é necessário avaliar o local e os pontos que desejam mudar. Assim, a reforma se torna mais assertiva e você consegue economizar dinheiro. 

Nesse sentido, é importante ressaltar que quando se decide realizar uma reforma em seu imóvel, é preciso levar em consideração todos os possíveis gastos para que não ocorra nenhuma surpresa durante as transformações. Dessa forma, confira as 8 melhores dicas de reforma que te ajudam a economizar! 

1. Monte um planejamento financeiro 

Ao saber o valor total da reforma fica mais simples se planejar financeiramente. Essa etapa é essencial para conseguir lidar com possíveis contratempos, sem a necessidade de parar a obra por falta de dinheiro. 

Por essa razão, depois de realizar a lista com todo o material e do quanto será preciso gastar, é hora de analisar suas finanças e saber se a sua renda mensal consegue pagar o parcelamento ou se será necessário realizar um empréstimo bancário. 

É válido mencionar que existe no mercado créditos disponíveis para a realização de reformas e construções com taxas de juros e tempo de pagamento mais acessíveis para o seu bolso. Pesquise as melhores oportunidades para que você consiga realizar uma boa reforma.

Mas independente do recurso que você vai usar durante a etapa, é essencial conhecer bem os seus limites financeiros para que a obra não fique comprometida. Um bom planejamento das contas é muito eficiente, assim você conseguirá obter todo o valor necessário. 

2. Divida a reforma por etapas 

Caso você more em um apartamento ou em uma casa grande e não tenha dinheiro suficiente para realizar toda a reforma de uma única vez, escolha os cômodos que precisam de uma reforma mais urgente. 

Para que tudo fique mais eficiente, você pode fazer uma lista do que é essencial, tente iniciar pelo que sua casa não pode ficar sem, depois serão inseridos os outros. Essa é uma maneira de deixar a reforma rápida, barata e mais acessível para você e os moradores.

3. Defina um orçamento limite 

Após o planejamento pronto, chega a hora de estabelecer um orçamento. Ou seja, quanto você tem de dinheiro disponível para gastar e os espaços que serão reformados. Logo, registre tudo na ponta do lápis ou em uma planilha, mas seja sempre realista as suas necessidades. 

Não se esqueça de deixar uma reserva para possíveis imprevistos durante a obra. Afinal, imprevistos podem ocorrer e você precisa estar preparado financeiramente para isso. Busque manter tudo dentro do orçamento para que tudo ocorra da melhor forma. 

4. Conte com bons profissionais 

Diversas pessoas não sabem, mas contratar bons profissionais, tanto para a realização do projeto quanto para a execução da obra pode consistir em uma grande redução de gastos. Pois, obras irregulares podem ocasionar mais contratempos por causa de erros de cálculos que, em muitas situações, devem ser refeitas. Além do elevado desperdício de material que isso provoca e o atraso no tempo previsto. 

Saiba que os bons engenheiros, técnicos e arquitetos são capazes de indicar os melhores materiais, de acordo com as necessidades da obra, e poderão estabelecer a quantia certa do que será usado, sem que seja preciso comprar produtos extras. 

Trabalhar com profissionais de obra treinados e capacitados é primordial para evitar acidentes, já que eles apresentaram conhecimento a respeito da estrutura e da composição do local, evitando que sejam realizadas reformas erradas e que afetem todo o ambiente. 

5. Atente-se à qualidade dos materiais 

A qualidade dos materiais é muito importante, para que o barato não fique caro. Caso a qualidade dos produtos não seja boa, a reforma da casa pode estragar mais rápido que o previsto. Com isso, todo o valor gasto com mão de obra será desperdiçado. 

Se você não souber a respeito de marcas, procure consultar um profissional responsável pela execução de sua reforma, ele será capaz de recomendar os melhores itens. O depósito que fará as compras também poderá auxiliar suas escolhas. 

6. Faça comparações de preço 

Os itens usados para reformar a casa variam muito de preço, visto que depende da marca, do modelo e do local de venda. Sendo assim, é recomendado separar um tempo para encontrar um produto de qualidade e barato. 

Dessa maneira, pesquise em várias lojas antes de finalizar o negócio, realize um orçamento de tudo que vai precisar e analise todos os pontos antes de decidir o estabelecimento que adquirirá os produtos. 

7. Reaproveite o que já tem 

Os móveis que sua residência apresenta podem ser reformados para combinar com os novos detalhes da casa. Reaproveitar é melhor que comprar tudo novo, essa ação ajuda você economizar muito dinheiro, além de contribuir para o meio ambiente no quesito sustentabilidade. 

Saiba, por exemplo, que as cadeiras e sofás podem ser reformados com cores e estampas diferentes, Os móveis de madeiras podem ficar com uma cara nova, como uma simples manutenção ou com a inserção de novas cores e texturas. 

8. Tente fazer você mesmo 

Existem várias coisas na reforma que podem ser realizadas por você. Essa ação pode ser uma ótima forma de economizar, se estiver com um orçamento apertado. Além do mais, sua casa fica a sua cara. 

Nesse sentido, saiba que você pode economizar ao pintar as paredes, instalar e montar móveis, além de fazer consertos simples. Mas, realize apenas reparos que você souber e conseguir, para evitar maiores danos no ambiente. 

Em caso de dúvidas busque na internet dicas de como realizar algumas técnicas de reforma. Além disso, pequenas renovações podem ajudar a manter sua casa com sua personalidade e gosto. 

Portanto, essas dicas de reforma são essenciais para que você consiga realizar um reforma eficiente em sua casa. Elas contribuem em deixar um processo mais barato e eficiente. Não se esqueça de contar com o auxílio de bons profissionais, elas são fundamentais para uma reforma de sucesso. Para evitar gastos desnecessários, procure comprar apenas os produtos necessários e que sejam de boa qualidade, para evitar mais custos.

Gostou do nosso post? Então, aproveite para conhecer as regras para reformas em condomínios!

Posts relacionados

Deixe um comentário