fbpx
financiamento de imófinanciamento de imóvel usadovel usado financiamento de imófinanciamento de imóvel usadovel usado

Quais são as regras para fazer um financiamento de imóvel usado? Entenda

6 minutos para ler

Muitas pessoas desejam financiar o seu imóvel. No entanto, para adquirir um imóvel usado é preciso ter um bom perfil para conseguir um empréstimo imobiliário. O financiamento, por outro lado, é feito pelos bancos e o comprador precisa pagar ao banco, pois é ele quem fica responsável pelo processo de financiamento.

É importante ressaltar que o financiamento de um imóvel usado é uma ótima alternativa para quem procura uma casa própria e não tem dinheiro para dar a entrada em uma nova. Essa modalidade de crédito tem um custo reduzido e uma série de vantagens.

Continue a leitura e saiba quais são as regras de financiamento de imóvel usado!

Saiba quais são as regras de financiamento de imóvel usado

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) é um dos benefícios trabalhistas que pode ser usado na compra do seu imóvel, seja em amortizações, para dar entrada ou até mesmo para acabar com a dívida. Além disso, o recurso pode ser muito útil em algumas situações, e isso inclui as chamadas operações de crédito — ou financiamento, como é mais conhecido.

É necessário saber que, independentemente da operação de crédito, as taxas de juros são estabelecidas por alguns fatores, como a sua renda mensal e o valor total do bem. Por isso, muitas vezes, as incidências normalmente mudam de uma organização para outra.

No ano de 2020, a Caixa Econômica Federal reduziu o valor mínimo de concessão de crédito para financiamento de imóvel de 70% para 50%, porque a quantidade de empréstimos tem aumentado nos últimos meses. Agora, para conseguir um plano de financiamento eficiente, você pode abrir mão da ideia de um imóvel novo e utilizar o simulador Caixa de imóvel usado.

O financiamento Caixa para servidores públicos teve um aumento de 10% no limite de concessão de crédito e logo passou de 70% para 80%. Sua finalidade é beneficiar o setor que apresenta a menor taxa de inadimplência do mercado.

Quem pode financiar um imóvel usado?

Caso você esteja pensando em comprar um imóvel financiado, é essencial saber se o seu perfil se enquadra nos requisitos básicos para disponibilização de crédito. Para financiar uma casa é preciso ter mais de 18 anos ou ser emancipado, por exemplo.

Além do mais, o contratante não pode ter o nome negativado. Em algumas situações é possível ser inadimplente, porém as condições proporcionadas podem não ser tão benéficas como para quem não apresenta alguma limitação no nome.

Outro aspecto determinante é a avaliação de crédito que a instituição fará para saber se você apresenta as devidas condições para pagar todas as parcelas do imóvel. Nessa fase, serão exigidos alguns documentos importantes, como contracheques e extratos bancários.

Quais são os documentos necessários para fazer um financiamento de imóvel usado?

Quem pretende financiar um imóvel usado precisa ter em mãos os documentos necessários para facilitar todo o processo, especialmente no momento da aprovação do crédito. A lista de documentos para adquirir uma casa pode parecer extensa, porém eles são importantes também para outras etapas do processo. Confira os documentos necessários!

Identidade

Os documentos de identidade podem ser RG (Registro Geral) ou CNH (Carteira Nacional de Habilitação), mas os dois devem estar em um ótimo estado de conservação e dentro do seu prazo de validade.

Saiba que o CPF consiste em um documento obrigatório durante esse processo, mas é eliminado caso esteja presente na identidade ou na carteira de habilitação.

Comprovante de endereço

Para solicitar um financiamento de imóvel usado é preciso apresentar o comprovante de residência atual, que precisa estar no nome do solicitante. Contas de água, luz ou contrato de aluguel podem ser usados como comprovantes, por exemplo.

Comprovante de renda

Os documentos que comprovam a renda dos possíveis compradores são importantes para conseguir o financiamento de móvel oferecido pelos bancos. É a partir deles que a organização saberá se o solicitante apresenta capacidade para pagar o financiamento nos próximos anos.

É válido salientar que o documento pode ser diferente de acordo com a atividade trabalhista realizada. Confira algumas regras:

  • os empreendedores precisam apresentar o pró-labore do último mês ou a declaração de imposto de renda do último ano;
  • o trabalhador informal precisa confirmar a sua renda por meio de extratos bancários, podendo somar a renda informal à formal. Em algumas situações, pode ser preciso, ainda, apresentar diversos comprovantes, como fatura do cartão de crédito e contras fixas;
  • o empregado formal precisa mostrar os últimos contracheques.

Comprovante de estado civil

Pessoas solteiras devem apresentar apenas a certidão de nascimento, e os casados precisam mostrar a sua certidão de casamento, além das assinaturas e documentação do cônjuge. Caso tenha se divorciado, será preciso mostrar também a averbação.

Extrato do FGTS

Quem pretende usar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço para amortizar a entrada do financiamento deverá ter em mãos o extrato atualizado. A lista de documentos é muito importante não somente para obter o seu financiamento, mas para a compra de uma residência em geral.

O valor pode ser quitado antes do tempo?

Quanto antes a dívida do imóvel puder ser paga, melhor. Isso porque quanto menor o tempo, menor será o saldo devedor e, consequentemente, menores serão os juros, já que eles são pagos em cima do valor total. Você pode utilizar diversos recursos para amortizar as parcelas, por essa razão, sempre que possível, é preciso conversar com o credor e se certificar quanto às normas de adiantamento de parcela.

Assim, você tem a possibilidade de quitar a dívida antes do tempo pretendido, economizar dinheiro e investir em outras coisas importantes para o seu novo imóvel. Para isso, você pode pedir orientação a quem entende do assunto, evitando prejuízos financeiros.

Como vimos, o financiamento é uma boa oportunidade para adquirir um imóvel usado. É fundamental entender que as regras de financiamento de imóveis usados se diferenciam das exigências para a aquisição de imóveis novos, sendo assim é preciso ficar atento para realizar o processo de forma correta. O mercado, atualmente, oferece boas oportunidades de financiamento de imóveis, porém é preciso ficar atento a diversos aspectos, entre eles os juros e a forma de pagamento.

Gostou do nosso post? Então, aproveite para entrar em contato conosco e saber mais a respeito do assunto!

Posts relacionados

Deixe um comentário