fbpx
apartamento para alugar apartamento para alugar

6 dicas valiosas na hora de procurar um apartamento para alugar

9 minutos para ler

Procurar um apartamento para alugar costuma ser uma das tarefas que mais trazem inquietação. Para fazer a melhor escolha e evitar arrependimentos futuros, a busca pela moradia ideal exige que se faça muito planejamento e que se tenha atenção a inúmeros detalhes, principalmente aos relacionados à rotina de vida e situação financeira.

Quem quiser ter garantias de que o apartamento alugado seja realmente a melhor escolha deve considerar as informações de um planejamento detalhado antes de fechar negócio. Pensando nisso, preparamos 6 dicas valiosas na hora de procurar um apartamento para alugar. Esse texto vai ajudar você nesse importante processo para evitar problemas. Confira!

1. Saiba quais são as suas reais necessidades

A primeira e talvez mais importante dica para quem está procurando um apartamento para alugar é saber exatamente quais são suas reais necessidades de moradia. Fatores como localização, espaço, infraestrutura da região, proximidade do trabalho e a própria situação financeira, por exemplo, devem ser pensados com cautela. 

Antes de sair procurando por qualquer tipo de imóvel, tenha sempre em mente todas as suas necessidades atuais, de trabalho, estudo, deslocamento e alimentação para que assim você saiba exatamente o que procurar e não perca o seu tempo em opções inviáveis. 

2. Estabeleça uma faixa de preço

Identificada as reais necessidades, agora é a hora que você deve delimitar uma faixa de preço para o imóvel que pretende alugar. Defina um limite de valor de aluguel somado às taxas de condomínio e IPTU que leve em consideração a sua situação financeira, a sua disposição e que não sobrecarregue o seu orçamento. 

Na hora de procurar um apartamento para alugar, não deixe também de avaliar qual a melhor garantia locatícia que vai se encaixar com o seu perfil de locatário. Atualmente, existem diversas modalidades de garantias para escolher, tais como fiador, carta fiança, caução de bem imóvel, seguro fiança locatícia, título de capitalização, entre outras.

3. Fique atento a toda documentação

Saber quais documentos você deve ter em mãos ao alugar um apartamento não deve ser apenas um cuidado a ser tomado depois de ter encontrado o lugar ideal para morar e fechar negócio. Antes mesmo de iniciar a procura, é necessário se atentar a toda documentação exigida. Pode haver casos em que você não possua determinado documento e precise providenciá-lo de última hora, tornando o processo de locação muito mais demorado e exaustivo.

Informe-se antecipadamente sobre todos os documentos indispensáveis para alugar um apartamento e, se ainda restar alguma dúvida, pergunte à imobiliária o que você precisará ter em mãos para que o processo possa acontecer da forma mais ágil possível.

4. Preste atenção em todos os detalhes na hora de visitar o apartamento

Encontrou o apartamento perfeito e que aparentemente tem a sua cara? É hora de fazer uma visita e conferir detalhes relevantes. Assim, você saberá realmente se o imóvel é aquilo que você espera. Essa etapa evita que detalhes importantes sobre o estado do apartamento passem despercebidos. Confira se o imóvel atende às suas necessidades na quantidade e tamanho dos cômodos, por exemplo.

Preste atenção à parte estrutural como a hidráulica e elétrica e procure por defeitos aparentes. Fazer a sua própria vistoria minuciosa antes de fechar o contrato é muito importante para que você não seja pego de surpresa depois que já estiver alocado. Contudo, a melhor forma de evitar problemas ocultos como goteiras e infiltrações é ter o suporte de uma imobiliária responsável.

5. Considere o bairro e região

Um dos erros mais comuns é focar tanto no apartamento em questões como valores e documentos e deixar de lado os entornos do imóvel. A mesma atenção dada ao se analisar os detalhes do imóvel deve ser direcionada ao bairro e região em que ele se encontra. Além do aluguel e condomínio, é preciso levar em consideração o custo de vida do lugar.

É essencial levar em consideração o seu estilo de vida. Você passa o dia fora de casa? Tem a possibilidade de cozinhar? Tem como ir a pé ao trabalho? Quais serão seus gastos com alimentação e transporte público? Todos esses fatores devem ser priorizados ao escolher um bairro e região para morar. O que você precisa e o que o bairro pode proporcionar a você? Analise objetivamente. 

Além disso, é válido tirar um dia para andar pelas ruas do bairro, conhecer a vizinhança, o comércio e conversar com os moradores para saber como é a dinâmica da região. Isso vai evitar surpresas desagradáveis como a de uma rua que é muito barulhenta à noite ou uma região que sempre que chove dá enchentes impedindo o deslocamento. 

6. Conte sempre com uma imobiliária

Procurar um apartamento para alugar é uma atividade muito importante na vida de qualquer pessoa, afinal a moradia, em sua essência, é uma necessidade básica do ser humano. Dessa forma, para que o processo ocorra adequadamente, é de muita utilidade contar com a ajuda de uma imobiliária especializada, pois isso vai evitar complicações e dores de cabeça futuras, além de impedir situações de injustiça entre locador e locatário.

São inúmeros os benefícios que a ajuda de uma imobiliária pode trazer ao alugar um imóvel. Erros muito comuns e que tiram o sossego também podem ser evitados quando se tem o auxílio desse tipo de empresa. Entre os principais, destacam-se alguns. Veja abaixo!

Não analisar o contrato de locação.

O contrato de locação é o documento mais importante na efetivação de um aluguel de apartamento. É nele que vai constar todas as informações da propriedade como o valor do aluguel, valor do condomínio, datas de pagamento e vencimento, multas, taxas, informações da vistoria, entre outras. Ao não ler esse documento, corre-se o risco de não saber essas informações fundamentais e concordar com coisas que podem trazer muita irritação no futuro.

O ideal é se certificar de todos pontos contidos no contrato para que se tenha a chance de discordar ou concordar com todas as cláusulas antes que se assine o documento. Direitos e deveres de inquilinos e proprietários devem estar muito bem elucidados em um contrato bem elaborado, cuja função é trazer transparência, segurança e informação a ambas as partes da negociação. 

Não esclarecer dúvidas com a imobiliária

A imobiliária, pelo serviço de seus corretores, é responsável por trazer todas as informações a respeito do imóvel e do acordo. Então, é fundamental fazer uma lista com todas as dúvidas que podem surgir nesse processo e perguntar. A imobiliária e os corretores são os intermediários apropriados no diálogo entre inquilino e locador. É a eles, portanto, que deverão ser destinadas todas as dúvidas a respeito do imóvel.

Os corretores são os profissionais especializados na resolução de acordos, conflitos e diálogos, além de possuírem o conhecimento que permite avaliar se o imóvel é o mais adequado às suas necessidades e condições.

Ter o intermédio de uma imobiliária ao alugar um apartamento economiza tempo, otimiza a procura e dispensa a necessidade de se preocupar com a elaboração de um contrato que tenha validade jurídica, já que isso vai ser uma função da empresa. Ao dar todo suporte a ambas as partes, a imobiliária tem como importante função evitar conflitos jurídicos no futuro e garantir a satisfação dos envolvidos.

Não realizar vistoria

Não realizar a vistoria é um dos erros que mais causam preocupação e desassossego no futuro, já que essa etapa nada mais é que uma descrição minuciosa e detalhada de tudo sobre o imóvel que será alugado. A vistoria é que vai garantir que o apartamento seja entregue sem defeitos que comprometam o conforto dos futuros moradores. Portanto, assim que a vistoria formal, que é realizada pela imobiliária, for concluída, é imprescindível que o locatário confira se tudo no imóvel está de acordo com o que está descrito no documento.

Analise detalhes da pintura, das fechaduras, revestimentos, torneiras, instalações e, caso encontre divergência, relate a imobiliária que resolverá o problema. Lembre-se, a vistoria é o documento que comprova o estado de conservação do imóvel. Quando você for entregá-lo, ele deverá estar nas mesmas condições em que o pegou. Logo, se ele apresentar algum problema que não consta na vistoria e que você não relatou à imobiliária, é muito provável que você tenha que arcar com os custos do reparo ao desocupar o imóvel. 

Procurar um apartamento para alugar é uma decisão e também uma etapa muito importante na vida de toda pessoa. Encontrar um imóvel que atenda as necessidades essenciais, que seja acolhedor, um verdadeiro lar para quem procura não é uma tarefa tão simples quanto parece. Nesse processo, contar com o auxílio de uma imobiliária experiente faz toda a diferença. Saiba que a Guarida tem os melhores profissionais dispostos a ajudar você na busca pelo apartamento ideal. 

Então, se o conteúdo desse post foi útil e te ajudou de alguma maneira, o que você acha de deixar a sua opinião nos comentários.

Posts relacionados

Deixe um comentário