fbpx
condomínio comercial condomínio comercial

Condomínio comercial e residencial: quais as diferenças de gestão?

6 minutos para ler

Um síndico precisa ficar atento às diferenças de gestão de condomínios comerciais e residenciais, pois cada um apresenta as suas peculiaridades. Como os nomes indicam, o modelo comercial é destinado para empresas e o residencial, para moradias. Mas ambos precisam contar com uma boa gestão, visto que é preciso garantir segurança dos funcionários e condôminos.

Desse modo, é necessário ressaltar que administrar um condomínio é quase a mesma coisa que gerir uma organização. São empreendimentos que precisam de uma atenção por parte dos profissionais, e é essencial saber respeitar as diferenças entre os dois modelos de condomínio.

Por isso, continue a leitura e saiba quais são as diferenças de gestão entre o condomínio comercial e o residencial!

Quais as principais diferenças entre o condomínio comercial e residencial?

A administração de condomínios comerciais necessita de muita atenção e preparo, seja por parte do síndico ou da instituição responsável por essa gestão. Afinal, nesse condomínio existe uma elevada circulação de pessoas e exposição a eventuais riscos ao patrimônio e degradação ao espaço.

As atividades exercidas no modelo comercial são diferentes das que ocorrem no residencial. Nos dois empreendimentos, é necessário a figura de um síndico para estabelecer a ordem e ajudar na solução dos problemas diários. De forma geral, o síndico precisa saber tudo o que ocorre internamente e, ao mesmo tempo, conhecer todas as medidas cabíveis para solucionar os contratempos administrativos.

Nos condomínios comerciais essa tarefa é um pouco mais complexa, visto que nesses locais existem empreendimentos de vários segmentos e portes. Essa variedade faz com que cada conjunto ou empresa apresente necessidades muito específicas e que precisam ser resolvidas pelo síndico.

Os serviços oferecidos em um edifício comercial costumam ser maiores do que aquelas de um residencial, por causa da quantidade de pessoas que frequentam o local. Assim, o síndico precisa ter muita atenção nos serviços de limpeza e no sistema de cadastramento nesse ambiente.

Ainda é válido ressaltar que os condomínios residenciais apresentam estrutura para morar, e podem ser construídos de forma vertical ou horizontal. Normalmente, apresentam diversos cômodos e uma área total que pode combinar conforme o perfil de cada residente. Eles também são propriedades que conseguem oferecer segurança, área de lazer e privacidade para os moradores.

Vale lembrar que a grande maioria dos regulamentos internos dos condomínios não permite o uso do local para a criação de empresas, pois essa ação é capaz de fragilizar o sistema de segurança do ambiente, sendo que a sua principal finalidade é abrigar pessoas.

Os comerciais, por sua vez, são construções pensadas para a criação de alguma organização. Esse condomínio pode ser construído pelo governo ou por empresas privadas, podendo ser alugado para corporações que apresentam interesse no local. A presença dessa estrutura é muito comum em centros urbanos, já que permitem um alcance maior em relação a possíveis interessados no aluguel das salas. Não tem como residir nesse tipo de condomínio, visto a movimentação contínua de pessoas.

Como administrar um condomínio comercial e residencial?

Os dois modelos de condomínio precisam de uma boa gestão para que não existam problemas que dificultem a relação entre os moradores e as empresas presentes no local. Sendo assim, veja algumas dicas de como realizar uma gestão no local!

Leve em consideração o regulamento interno

Os condomínios comerciais e residenciais necessitam de um Regulamento Interno para conseguirem proporcionar uma boa relação entre todos os que frequentam o espaço. Nesse regimento é preciso constar todas as regras de entrada, de saída, proibições, horário, limites de funcionamento e outras importantes informações para a segurança do local.

Invista em ferramentas tecnológicas

Os equipamentos de segurança são bem-vistos pelas pessoas que frequentam os condomínios. Sendo assim, a primeira ação que o síndico pode realizar é o investimento em câmeras de segurança e equipamentos de controle de acesso, para que as entradas e saídas sejam corretamente monitoradas.

É necessário ressaltar que por causa da elevada frequência de pessoas desconhecidas em condomínios comerciais, eles são furtados frequentemente. Para que a sua administração alcance bons resultados, as ferramentas tecnológicas devem ser usadas. Além do mais, elas contribuem com o bem-estar dos envolvidos.

Realize assembleias

A gestão dos condomínios comerciais e residenciais envolve muitas pessoas, cada uma com as suas necessidades. Por esse motivo, é fundamental sempre convocar uma assembleia geral. O síndico precisa estabelecer uma periodicidade fixa para essa reunião — como mensal, bimestral ou semestral. Assim, todos os responsáveis podem se programar para participar do evento.

Saiba que uma das principais vantagens da assembleia é a oportunidade de estreitar os processos de comunicação entre o setor administrativo e os usuários. Dessa forma, os problemas podem ser solucionados com mais facilidade e os conflitos serão reduzidos.

Recolha impostos

O recolhimento de impostos é uma tarefa essencial em um condomínio — e não realizar os pagamentos das taxas e das obrigações fiscais pode proporcionar vários contratempos financeiros e judiciais para o empreendimento. Caso o síndico não respeite os vencimentos, o condomínio precisará pagar multa e juros pelo atraso.

Nessas situações de atraso, o condomínio é inscrito na Dívida Ativa da União (DAU), ou seja, a Receita Federal realiza uma relação dos empreendimentos que estão devendo à União. Assim, eles podem passar por análise em seus setores administrativos.

O não pagamento das dívidas, por sua vez, pode ocasionar em uma ação judicial de cobrança e na redução do valor do imóvel. Dessa forma, o síndico precisa fazer o recolhimento dos impostos de forma satisfatória, com o objetivo de evitar maiores problemas.

Como você viu, é preciso ficar atento às diferenças entre um condomínio comercial e um residencial para realizar uma boa gestão. Cada modelo apresenta as suas especificidades e necessidades, e é preciso buscar realizar a melhor gestão possível para que os resultados internos sejam satisfatórios.

Além do mais, é primordial sempre zelar pelo bem-estar dos moradores e visitantes. As soluções da Guarida podem ajudar no trabalho do síndico, pois é uma empresa do ramo imobiliário especializada em gestão de condomínios.

Gostou do nosso post? Então, aproveite para entrar em contato conosco e saber mais sobre o assunto!

Posts relacionados

Deixe um comentário