comprar imóvel sem entrada comprar imóvel sem entrada

É possível comprar imóvel sem entrada? Entenda aqui

6 minutos para ler

Cada vez mais pessoas têm procurado por alternativas para comprar imóvel sem entrada, visto que o sonho da casa própria é um objetivo compartilhado pela maioria dos brasileiros, mas guardar dinheiro também é uma das grandes dificuldades presentes na vida de grande parte da população.

Por isso, preparamos este conteúdo para que você saiba se é possível comprar imóvel sem entrada, quais as formas para adquirir uma propriedade, quais exigências são feitas, entre outras informações importantes. Continue a leitura para saber mais sobre o assunto!

É possível comprar imóvel sem entrada?

De fato, existe a possibilidade de comprar imóvel sem entrada. Estamos nos referindo ao financiamento imobiliário do valor total do apartamento, que pode ser parcelado de acordo com a renda mensal da família. Contudo, é importante destacar que essa alternativa só está disponível para beneficiários do programa Minha Casa Minha Vida que se enquadram na Faixa 1 e na Faixa 1,5, sendo:

  • faixa 1: renda familiar bruta (sem descontos) de até R$ 1.800;
  • faixa 1,5: renda familiar bruta de até R$ 2.600.

Como comprar imóvel sem entrada?

Normalmente, as instituições financeiras exigem que o comprador pague uma parte referente a uma determinado porcentagem do valor do imóvel, para que somente assim possa conceder crédito imobiliário para financiar o restante do valor.

Essa parte é conhecida como entrada e, na maioria dos casos, equivale de 20% a 30% do montante total a ser investido no apartamento. Por exemplo, se o imóvel custa R$ 200 mil, o valor mínimo de entrada será de R$ 40 mil (no caso, se a financeira aprovar um financiamento por 20% do valor).

No entanto, como foi dito na introdução do artigo, muitas famílias não têm qualquer condição de contratar um financiamento imobiliário devido à dificuldade para guardar dinheiro. Mas isso não significa que não há como conquistar o sonho da casa própria. Felizmente, existe a possibilidade de comprar imóvel sem entrada por meio do programa Minha Casa Minha Vida.

Como funciona o financiamento de um imóvel?

Não são poucos os brasileiros que recorrem ao mercado para obter a quantia financeira necessária para conseguir comprar um apartamento para morar. Entre as alternativas de crédito imobiliário, hoje é correto afirmar que o financiamento de imóveis é a mais popular.

De forma simplificada, essa modalidade consiste em uma espécie de empréstimo que pode ser feito com uma instituição financeira ligada ou não ao Governo. Para que você tenha uma ideia, atualmente até mesmo construtoras responsáveis pelos empreendimento agilizam o processo de financiamento, cedendo ao comprador a quantia de capital necessária para que a aquisição seja feita.

Em contrapartida, a pessoa que solicitou o empréstimo deverá ressarcir a instituição com um acréscimo de juros sobre o valor que foi emprestado dentro de um período pré-determinado. Para liberar essa quantia, as organizações definem diversas condições e critérios (que você verá mais adiante ainda neste conteúdo).

Uma das exigências que mais inviabilizam a compra da casa própria é o pagamento do valor de entrada, que pode representar de 20% a 30% do total, como mencionado. Considerando a situação econômica do país e a realidade de muitas famílias, essa restrição pode ser um fator determinante para impedir a compra do imóvel. Contudo, o programa Minha Casa Minha Vida foi uma iniciativa criada justamente para que esse não seja um empecilho.

Como comprar um apartamento sem entrada pelo MCMV?

Agora que você sabe que é possível comprar imóvel sem entrada e quais as vantagens de optar por essa alternativa, mostraremos quais são as exigências do Minha Casa Minha Vida para conceder o crédito do valor na hora de comprar um apartamento. Acompanhe!

Ter mais de 18 anos

Certamente, o pré-requisito mais comum de todo o processo para comprar imóvel sem entrada. O solicitante deve obrigatoriamente ser maior de idade, isto é, ter mais do que 18 anos de idade. A única exceção para que o crédito seja concedido a um menor é se ele for legalmente emancipado pelos pais.

Não possuir um imóvel próprio além do solicitado

O crédito de financiamento do valor da entrada de um imóvel só é concedido a quem está adquirindo o primeiro apartamento. Isso significa que se o solicitante já tiver uma propriedade em seu nome em qualquer lugar do Brasil, não terá direito ao financiamento da entrada.

Usar o imóvel para moradia

Sem dúvida, esse é um dos aspectos de maior importante para quem deseja comprar imóvel sem entrada por meio do programa Minha Casa Minha Vida. É imprescindível que a unidade seja destinada somente a fins de moradia da família.

O apartamento, em hipótese alguma, pode ser usado para locação ou para fins comerciais. Portanto, se você deseja adquirir um imóvel como investimento, deve optar por outras formas.

Vale destacar, ainda, que é preciso ter ciência de que, quando um imóvel é comprado por meio de subsídios do governo, ele jamais pode ser comercializado até o financiamento imobiliário seja totalmente quitado. Isso acontece para evitar que os beneficiários adquiram imóveis por preços mais baixos e, posteriormente, lucrem com a venda devido à valorização.

Não ter sido beneficiado por outros programas

Caso o solicitante já tenha sido beneficiado com concessão de crédito em outros programas do mesmo segmento do Minha Casa Minha Vida, não poderá comprar imóvel sem entrada.

Em outras palavras, só poderão usar recursos financeiros para habitação provenientes do Governo (municipal, estadual, federal, do Fundo de Desenvolvimento Social ou do Fundo de Arrendamento Residencial) cidadãos que não tenham sido favorecidas anteriormente.

A razão para isso é abranger o acesso ao maior número possível de famílias que realmente precisem do benefício e garantir a distribuição justa dos recursos para todos.

Morar ou trabalhar na cidade do imóvel

Por fim, para receber crédito para comprar imóvel sem entrada, é obrigatório que o solicitante que deseja utilizar subsídios do programa Minha Casa Minha Vida more ou trabalhe no município cujo o apartamento está localizado, por pelo menos três anos. Ou seja, uma pessoa que deseja se mudar de cidade não poderá usufruir do benefício para adquirir uma propriedade em outra região.

Como você pode conferir neste conteúdo, é totalmente possível comprar imóvel sem entrada. Basta ter toda a documentação necessária reunida e atender aos requisitos do programa Minha Casa Minha Vida. Se você se enquadrar nas faixas 1 ou 1,5 do MCMV não há com o que se preocupar, pois o sonho da casa própria está bem próximo de ser conquistado.

Este artigo foi útil para você? Quer acompanhar todas as nossas postagens, dicas e conteúdos informativos sobre mercado imobiliário? Então curta a página oficial da Guarida Imóveis no Facebook para não perder mais nenhum post!

Posts relacionados

Deixe um comentário