fbpx
controle de acesso de visitantes controle de acesso de visitantes

Como fazer o controle de acesso de visitantes? Descubra!

6 minutos para ler

Fazer o controle de acesso de visitantes é fundamental para manter a segurança de condomínios residenciais e comerciais, pois saber quem entra e garantir que todas as visitas sejam autorizadas impede potenciais riscos e problemas.

Por isso, saber como funciona esse controle, qual sua importância e como criá-lo são questão que devem estar bem claras para o síndico e administração condominial. Confira, a seguir, as principais informações sobre o assunto e garanta a segurança do seu condomínio!

O que é controle de acesso de visitantes?

O controle de acesso é o processo que visa identificar todos os visitantes que desejam ingressar nas dependências do condomínio. Cada pessoa que chega é identificada e registrada, bem como só pode entrar depois de ser autorizada.

Nesse sentido, essa prática é indispensável em todos os tipos de condomínios, sejam residenciais ou comerciais, pois em ambos os casos existe fluxo de população circulante. Dentro disso, entende-se por população circulante toda pessoa que não mora ou trabalha no local, ou seja, todos que não se encaixam na população fixa.

Sem o controle, não há como saber quem teve acesso ao interior do prédio, quando ou qual foi o motivo da visita. Isso deixa uma lacuna na segurança, pois qualquer pessoa poderia entrar e gerar riscos patrimoniais e físicos à população fixa.

Além disso, a autorização de entrada deve ser feita na recepção ou portaria e pode ser pré-aprovada ou verificada em tempo real. A primeira acontece quando cada condômino insere nomes de pessoas com autorização permanente em uma lista. No segundo caso, a aprovação é feita na hora do acesso, com o contato entre a portaria e o morador que receberá a visita.

Qual a importância do controle de acesso?

Após conhecer um pouco sobre como funciona e o que é, de fato, o controle de acesso de visitantes, também é indispensável conhecer a importância dessa prática. Nesse sentido, existem diferentes motivos e benefícios que reforçam a sua importância.

Entre os principais estão:

  • evitar roubos e furtos;
  • organizar a circulação nas áreas do condomínio;
  • limitar horários para acesso de prestadores de serviço;
  • saber o caminho percorrido em cada acesso.

Com isso, o nível de segurança do ambiente se torna muito mais elevado, tanto para garantir que as unidades residenciais ou salas comerciais não sejam furtadas ou roubadas quanto para impedir incômodos em horários indevidos.

Ademais, com a identificação de cada pessoa e o registro do roteiro da visita, é possível ter maior cuidado com a estrutura do prédio. É o caso, por exemplo, de prestadores de serviços que acabam causando algum dano às estruturas. Com o devido controle de acesso, há como saber quem é o responsável pelo reparo, o que desonera o condomínio.

Portanto, muitos benefícios são observados quando essa técnica é aplicada, o que resulta em enorme importância e faz com que os condomínios cada vez mais invistam em tecnologias e pessoas treinadas para garantir a execução da tarefa.

Como fazer o controle de acesso de visitantes?

Buscar a melhor formar de fazer o controle de acesso de visitantes é fundamental, sendo que o ideal é investir em recursos humanos, equipamentos e procedimentos e normas. Com esses recursos, o sistema de controle passa a ser integrado e ter maior eficácia.

Veja algumas dicas logo abaixo.

Instalar equipamentos tecnológicos

A primeira dica para saber como implementar a gestão de entrada de pessoas é instalar equipamentos com tecnologia adequada. Atualmente, existem diversos sistemas com câmeras, tags de identificação, QR Codes e apps.

Sendo assim, cada local deve identificar qual a melhor estratégia, para que seja utilizada a tecnologia compatível com o nível de segurança desejado. Quanto maior o fluxo de visitantes, maior é a necessidade de aperfeiçoar a tecnologia dos equipamentos.

Definir os protocolos

Depois, outra dica importante é definir os protocolos. Os funcionários, mesmo no caso da portaria virtual, bem como os condôminos, devem saber quais são os protocolos de segurança. Com isso, saberão agir corretamente em cada situação.

Treinar a equipe

Além de instaurar protocolos, a equipe deve ser treinada para que siga o protocolo à risca. Qualquer atividade fora do padrão pode causar uma falha de segurança e colocar o condomínio em risco.

Conscientizar os profissionais e condôminos

Mais uma dica fundamental é trabalhar na conscientização dos envolvidos, sejam funcionários ou condôminos. Isso porque é importante que todos tenham em mente que a prioridade é a segurança, de modo que exceções jamais podem ser feitas.

Realizar uma comunicação rápida e clara

Outra dica valiosa é estabelecer comunicações rápidas e claras entre a equipe. Isso quer dizer que, caso algum problema ocorra ou alguma situação suspeita se instaure, o porteiro ou recepcionista precisa conseguir contato rápido e objetivo com os outros profissionais, por exemplo, com o vigilante.

Além disso, deve haver comunicação com o síndico sempre que necessário, pois é a figura de maior hierarquia no prédio. Ele precisa estar a par do protocolo de segurança para poder orientar os funcionários ou moradores em caso de necessidade.

Registrar todas as situações

Por fim, a última dica, entre muitas outras possíveis, é registrar todas as situações que ocorrerem. Isso quer dizer que é importante a gestão do condomínio saber qual o padrão de visitações. Assim, com registros detalhados e completos, torna-se possível identificar alterações no padrão.

A dica acima é relevante, pois muitas vezes a equipe de segurança consegue prever e evitar invasões, identificando atividades estranhas ao padrão. Um exemplo é quando um prestador de serviço realizou determinada atividade e, em seguida, outro entrou ou tentou entrar no local, com a mesma finalidade.

É sabido que criminosos se fazem passar por prestadores de serviços, em alguns casos. Sendo assim, é o tipo de atividade suspeita que pode ser identificada pelos registros.

Portanto, como pôde ser observado ao longo deste artigo, o controle de acesso de visitantes é de extrema importância. Saber como ele funciona, quais os benefícios e conhecer as principais dicas de implementação ajuda a dar a devida atenção a essa necessidade e a elevar a segurança do seu condomínio.

Assine agora mesmo a nossa newsletter e fique por dentro dos conteúdos mais relevantes para você!

Posts relacionados

Deixe um comentário