fbpx
roi dos investimentos em imóveis roi dos investimentos em imóveis

ROI dos investimentos em imóveis: como fazer o cálculo?

6 minutos para ler

É fato que as empresas, para conseguirem alcançar as suas metas e otimizar os resultados, precisam de um bom planejamento financeiro. Assim, o ROI dos investimentos em imóveis é uma ferramenta que tem como principal função analisar, de maneira detalhada, o retorno sobre qualquer tipo de investimento.

Diante disso, esse indicador permite que o empreendedor acompanhe de perto o lucro e o prejuízo investidos em determinada gestão. Além disso, quando se trata de investimento em imóveis, caso ele não esteja alugado, o ROI consegue calcular a receita total e os gastos investidos nesse bem.

Está gostando do post? Então, prossiga a sua leitura e fique por dentro de mais novidades acerca do assunto!

O que é ROI?

Essa é uma abreviação do inglês, return on investment. Esse nome sugere o rendimento que determinada empresa obteve em um investimento. Esse tipo de cálculo ajuda o empresário a mensurar as vantagens e desvantagens de um negócio imobiliário. Logo, essa ferramenta é de extrema relevância para que o investidor tome a decisão correta.

Somado a isso, esse recurso permite que o indivíduo consiga determinar o desempenho do seu investimento, bem como o lucro obtido no imóvel. Esse cálculo considera vários fatores, dentre eles: o dinheiro investido no bem, o ativo e o capital que o proprietário produz em função dele.

Como é feito o cálculo básico do ROI?

Para a realização desse cálculo, algumas informações precisam ser consideradas, como o preço total do seu investimento, a quantidade gasta na manutenção desse bem e todas as taxas de manutenção e impostos que essa casa precisará.

ROI = retorno-custo do investimento / custo do investimento. Para você entender melhor esse cálculo, daremos um exemplo mais prático. João comprou um imóvel na planta e gastou, aproximadamente, R $50 mil. Ao somar seus gastos com reformas e melhorias nesse imóvel, o investimento final ficou por volta de R$ 60 mil.

Diante disso, quando a construção foi finalizada, um ano e meio depois de ter adquirido esse imóvel, ele foi valorizado e a propriedade foi vendida por R$ 90 mil. Portanto, Maria teve um retorno financeiro de R$ 30 mil.

ROI= R$ 90.000,00 – R$60.000,00 / 60.000,00

ROI= 50%

Ou seja, o retorno foi de 50%, o que representa R$30.000,00.

Por que é importante fazer o cálculo ao investir em imóveis?

Por ser uma medida aproximada de lucratividade, o ROI tem ampla possibilidade de aplicações e, por isso, é tão importante. Nesse sentido, esse indicador consegue medir a rentabilidade de um investimento em ações e permite que o investidor avalie se vale a pena efetuar determinada transação.

Além disso, por ser uma métrica fácil de ser calculada, é usada como uma medida universal de lucratividade, em diversos setores da economia e, principalmente, em investimentos no ramo imobiliário. Dessa forma, o ROI pode ajudar no seu planejamento financeiro e administrar a renda de uma possível locação, minimizando a possibilidade de prejuízos.

Como calcular o ROI dos investimentos em imóveis?

Existem fórmulas bem simples para calcular o retorno sobre um investimento, porém alguns aspectos variam de acordo com a fonte de retorno utilizado pelo investidor. Então listamos, a seguir, dois cálculos em situações distintas, a fim de que você saiba aplicar o ROI de maneira correta.

Investimento em imóveis para aluguel

Nesse caso, o cálculo é bem fácil. O primeiro passo é medir o montante que o aluguel gerou para o proprietário, em valores líquidos, e, em seguida, comparar o capital investido inicialmente. Quando se opta por um aluguel de longo prazo, alguns detalhes precisam ser pontuados, visto que as contas referentes às despesas com o imóvel são pagas pelos inquilinos, e o proprietário paga somente impostos eventuais.

Então, o ROI é calculado da seguinte forma: o valor mensal do aluguel menos imposto de renda menos a taxa administrativa da imobiliária, dividido pelo valor total do investimento. Resolvendo essa equação, você terá o retorno do seu investimento.

Investimento em imóveis para revenda após valorização

Quando se realiza a venda de determinada propriedade, o indivíduo que investiu o capital recebe o valor total referente ao imóvel de um só vez e, depois disso, analisa qual foi o lucro imobiliário conquistado.

É cada dia mais frequente entre os investidores a compra de imóveis que, por algum motivo, tenham sofrido algum tipo de desvalorização. Então, é realizado um investimento em melhorias da parte estética e estrutural e, por fim, feita a venda do bem após a valorização almejada.

Nesse caso, o cálculo é realizado da seguinte forma: valor de revenda menos o valor total do investimento menos os impostos, dividido pelo valor total de investimentos. Feito isso, você achará o ROI, de maneira rápida e prática.

Vale a pena investir em imóveis?

É fato que muitos brasileiros sonham em aumentar o seu patrimônio e investir em certos imóveis, o que é extremamente vantajoso, afinal, facilitará o processo de negociação com as principais instituições brasileiras do país.

Nesse sentido, como mostra o cálculo do ROI, investir em casas e apartamentos pode oferecer rendimento maior do que outros produtos financeiros convencionais, como é o caso de aluguéis. Desse modo, ao avaliar de forma detalhada as oportunidades de crescimento de determinada região, é possível fazer um ótimo negócio a médio e longo prazo.

O que é ROI positivo e negativo?

Ao analisar os cálculos de ROI, é fundamental levar alguns fatores em consideração. Primeiramente, esse índice é mensurado em porcentagem, porque, dessa maneira, é mais simples de entender. Outra questão precisa ser pontuada: quando o ROI é positivo, significa lucro para o investidor, porém, quando o ROI é negativo, prejuízo. Logo, é importante atentar a isso.

Por fim, agora que você já sabe um pouco mais sobre o ROI dos investimentos em imóveis, como calculá-lo e a sua importância, na hora de pensar em investir em algum imóvel ou bem, tente usar essa ferramenta a fim conseguir mensurar o seu lucro e, assim, ter um bom controle financeiro.

Gostou do post? Então, não perca tempo e deixe um comentário para sabermos se você gostou do conteúdo apresentado ou se ficou alguma dúvida.

Posts relacionados

Deixe um comentário